Quebra-cabeça da corrupção está quase pronto! Prisão da ‘alma mais honesta do país’ pode ser imediata

quebracabeca

As investigações da Operação Aletheia serão ampliadas para reunir novas provas sobre a compra e reforma do sítio em Atibaia (SP)

Os documentos reúnem evidências de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo um triplex no Guarujá/SP, além de valores recebidos pelo Instituto Lula e pela LILS Palestras e Eventos. [são aquelas palestras que ninguém viu nem ouviu].

publicidade

A 24° fase da Operação Lava Jato, chamada de Operação Aletheia, iniciou-se no dia 4 de março com o objetivo de investigar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O ex-presidente, a partir de agora, passa a ser denunciado criminalmente pelo juiz federal Sérgio Moro, na PGR de Curitiba.

Com a jurisprudência criada pelo STF, Lula poderá ser conduzido para uma prisão, sem ao menos ter que passar pelo processo de julgamento,.

Caso Lula seja condenado por Moro até 2017, o petista ficará sujeito a uma pena de prisão em 2018, de acordo com as novas regras.

Em matéria do “Estadão” de 23 de abril, investigadores da Lava Jato confirmaram que já possuem provas suficientes para uma eventual prisão de Lula, contudo ainda avaliam como as informações serão apresentadas nas denúncias.

publicidade