Processos sobre indícios de irregularidades em campanhas de Lula e Dilma estão nas mãos de Moro

13/01/2016

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL ENCAMINHARÁ AO JUIZ SERGIO MORO DOCUMENTOS QUE APONTAM SUSPEITAS DE ARRECADAÇÃO ILEGAL POR PARTE DAS CAMPANHAS DE LULA E DILMA

(Patrícia Carvalho para o Diário do Brasil / com informações do Globo)

O inquérito aberto no STF para investigar Edinho Silva, ministro da Secretaria de Comunicação Social, não será a única frente de apuração de supostas irregularidades nas campanhas de Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma Rousseff.

O ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Lava-Jato no tribunal, já decidiu encaminhar para o juiz Sérgio Moro, em Curitiba, documentos que apontam suspeitas de arrecadação ilegal por parte das coordenações das campanhas de Lula em 2006 e de Dilma em 2010. Edinho foi o tesoureiro em 2014 e, por ser ministro, tem foro privilegiado junto ao STF.

Em delação premiada, o empreiteiro Ricardo Pessoa contou que a campanha de Lula em 2006 teve repasses de dinheiro em espécie, sem registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O dinheiro seria proveniente de um consórcio com obras no exterior, integrado pela UTC.

A entrega foi feita no comitê da campanha, conforme o empreiteiro. Pessoa também relatou entregas de dinheiro a pedido de Vaccari.

A força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) em Curitiba já foi avisada sobre a delação do dono da UTC, em que o empreiteiro detalha supostas irregularidades nas campanhas petistas.

Os casos serão analisados individualmente e poderão resultar em inquéritos diferentes.

publicidade
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.