Presidente do Irã ameaça aumentar capacidade nuclear e provoca Trump: “Não preciso de permissão”

O Irã disse que não pedirá a “permissão” de ninguém para incrementar suas capacidades de mísseis nucleares em uma mensagem desafiadora ao presidente dos EUA, Donald Trump

Em meio às recentes tensões globais sobre uma possível guerra nuclear, o presidente Hassan Rouhani disse, durante um evento transmitido pela televisão, que aumentará seu poder de fogo para proteger seu país:

“O fortalecimento das forças armadas iranianas é para defender o país e não pediremos a permissão de ninguém para potencializar nossas defesas, inclusive com relação à construção de mísseis”

Rouhani destacou que o Irã nunca teve “objetivos agressivos, mas a paz não é um caminho unilateral:

“Rogamos pela paz mas a outra parte não. Então, há uma necessidade de vigilância constante”.

Durante sua campanha presidencial, Trump criticou o Irã diversas vezes, especificamente na questão nuclear.

O presidente americano afirmou que iria acabar com o programa de mísseis do Irã.

Quando o Irã testou um novo míssil balístico (em janeiro deste ano), Trump escreveu no twitter:

“Estão brincando com fogo”

Os comentários do presidente iraniano aparecem após o diretor da CIA, Mike Pompeo, afirmar que os recentes ataques de mísseis do presidente Trump contra o exército sírio eram um sinal de que a Casa Branca estava preparada para “fazer o que a América não tem feito nos nos últimos anos “.

O diretor da CIA declarou que o Irã deveria observar as ações recentes dos EUA.


publicidade