Prefeito de São Paulo anuncia corte de 1300 veículos da frota municipal: “Quem quiser, terá que usar táxi ou Uber”

João Dória (PSDB), prefeito eleito de São Paulo, já começou agitando!

Entre uma série de medidas anunciadas na manhã de hoje, uma se destacou: o fim das mordomias com transporte.

A Prefeitura vai dispensar cerca de 1.300 carros da frota pública.

Somente com essa medida, estima-se que a economia aos cofres públicos alcance a cifra dos R$ 120 milhões por ano.

“Serão quase R$ 500 milhões durante 4 anos. É o preço de um hospital de alto nível complexidade”, disse o tucano.

Grande parte da frota será vendida ou leiloada. Em casos de carros alugados, os mesmos serão devolvidos às respectivas locadoras.

O novo prefeito disse que os servidores poderão se deslocar usando táxi ou Uber.

As exceções serão os carros da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), ambulâncias e funerárias, que continuaram a circular normalmente.

Prefeito, vice-prefeit, secretários e gestores de autarquias terão um veículo à sua disposição, porém Dória já adiantou que usará seu próprio veículo para chegar ao trabalho.

publicidade