Política da manguaça: Em sessão legislativa na Paraíba, onze vereadores são flagrados bêbados

BAFOMETROCAMARAw

Localizada no sertão da Paraíba, a Câmara de Vereadores da cidade de Piancó, adquiriu um bafômetro para realizar o teste de “cachaçada” nos vereadores, suspeitos de embriaguez, antes das sessões

O presidente da casa Pedro Aureliano da Silva (PMDB), justificou a compra sob o argumento de coibir que os parlamentares participem das sessões embriagados. O aparelho custou R$ 1.605,00.

publicidade

Aureliano contou que alguns dos 11 vereadores da Casa foram flagrados durante o trabalho na Casa Padre Manoel Otaviano sob efeito de álcool e até uma garrafa de uísque foi levada para uma das sessões.

Pedro afirmou que adotou a medida depois que ele suspeitou que alguns vereadores estavam embriagados uma sessão acalorada, ocorrida no final do ano passado.

De acordo com o presidente, a prática de ir ao plenário sob efeito do álcool era comum, mas depois que os vereadores souberam da medida não compareceram mais às sessões embriagados.

Apesar da determinação,a medida pode ser considerada ilegal porque o regimento interno da Casa Legislativa não trata sobre o assunto. Ele disse que, somente depois da polêmica, solicitou à assessoria jurídica um parecer para servir como base de resolução a ser elaborada pela mesa diretora.

“Não aceito esse tipo de comportamento adotados pelos vereadores, a casa legislativa precisa de respeito. Os embates na câmara sempre foram acirrados e eu tomei algumas medidas duras, necessárias, para colocar a casa em ordem”, justificou.

publicidade