PL280 (Cuidado!) – Projeto criminoso poderá acabar com a Lava-Jato e proteger políticos corruptos

queremsabotar

O projeto criminoso que altera a lei de abuso de autoridade voltará a ser discutido e votado no Senado no próximo mês

A ‘trama’ tem  o senador Romero Jucá (PMDB-RR) como presidente da comissão especial e relator da proposta e Renan Calheiros como o ‘mestre da armação. ‘

publicidade

O PL 280/2016 é alvo de questionamentos de integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato , dos integrantes do Judiciário e do Ministério Público.

Proposto por um senador citado na Operação Lava-Jato (Romero Jucá/PMDB), o PL  280, caso aprovado, poderá prender e punir quem ofender a intimidade, a vida privada, a honra ou a imagem de pessoa investigada ou indiciada em inquérito policial, autuada em flagrante delito, presa provisória ou preventivamente, seja ela acusada, vítima ou testemunha de infração penal, constrangendo-a a participar de ato de divulgação de informações a meios de comunicação social ou a ser fotografada, filmada ou ter sua imagem gravada ou divulgada com essa finalidade e blá blá blá blá….

RESUMINDO, QUEREM PROTEGER OS POLÍTICOS BANDIDOS!

O projeto deixa claro que que os maiores prejudicados seriam os jornalistas, porém cidadãos comuns também podem ser punidos com essa legislação, uma vez que a internet se transformou em uma ótima forma de criticar e vigiar os políticos.

Jucá, que foi eliminado do cargo de Ministro do Planejamento após o escândalo das gravações com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, quer que a Lei seja aprovada o mais rápido possível.

A lei deixa subentendido que divulgar tais crimes em meios de comunicação social, sejam eles quais forem, seriam objeto de constrangimento.,

Pela internet, há quem diga que o texto para o projeto de lei foi escrito pelos advogados de políticos, que vivem tendo problemas com a imprensa.

publicidade