PF pediu prisão de ex-sindicalista funcionário da OI. Ele seria o responsável pela “Torre do Lula”

TorreLula

A situação de Lula parece piorar com o passar das horas, especialmente quando o assunto é corrupção e tráfico de influência

A Polícia Federal, atrvavés da Operação Lava-Jato, pediu, em outubro de 2015, a prisão temporária e a quebra dos sigilos telefônico, bancário e fiscal de José Zunga Alves de Lima, ex-sindicalista ligado ao PT e atual funcionário da empresa de telefonia OI.

publicidade

Coube à Oi  (coincidência ou não) instalar uma antena de celular ao lado do Sítio Santa Bárbara, em Atibaia, frequentado por Lula e família em pelo menos 111 ocasiões.

Zunga, que á amigo de Lula,  teve pedido de prisão decretado por suspeita de ser um dos contatos no governo federal das empreiteiras Andrade Gutierrez e Odebrecht – líderes do cartel que movimento o maior esquema de corrupção já ocorrido no país – O Petrolão.

Em matéria do do jornal “Valor Econômico”, de 2011, mesmo ano em que o sítio em Atibaia foi reformado de maneira suspeita a pedido da ex-primeira-dama Marisa Letícia, a OI instalou a “torre do Lula” a menos de 150 metros do sítio de Atibaia.

José Zunga também teve relações comerciais com a Gamecorp, empresa do filho do ex-presidente, que está no radar da Lava Jato como contato entre a Andrade Gutierrez,Odebrecht e o governo federal.

(matéria completa no Estadão)

 

publicidade