Perito contratado por Temer fala, fala e não convence

Ricardo Molina, perito contratado pelo presidente Michel Temer com o intuito de desqualificar a prova (gravação) entregue por Joesley Batista À PGR, fala, fala e não diz nada.

“Se fosse na época da fita cassete, eu poderia dizer se é uma cópia, se é original, se é editada […] enfim, seria mais fácil.”

e continua …

“Mas como estamos na era digital, é muito difícil saber se houve ou não uma edição (adulteração)  no áudio. É provável que alguns trechos tenham sido retirados”

Molina defende a tese de que a gravação é um lixo […] e lixo deve ser jogado fora.

Ele também atacou a PGR: “A Procuradoria é ingênua, sim. Ingênua e incompetente.”

O perito de Temer é famoso pela ‘tentativa de assassinato’ (ironia) ocorrido com José Serra quando o mesmo foi vítima de uma bolinha de papel que atingiu sua cabeça em 2010.

Na época, ele forneceu provas (não me pergunte como) que alegavam que José Serra foi atingido por algo mais pesado.

O tucano chegou a fazer uma tomografia cerebral por conta da bolinha de papel.

voltando ao perito …

Molina quer condenar o gravador e absolver Temer […] prisão perpétua para o gravador!


 

publicidade