Pedido de impeachment de Dilma é dado como certo.Cunha está abandonado e não tem nada a perder

CunhaxDilma

Governo sinaliza que não quer mais acordo com Eduardo Cunha e oposição não se mostra favorável ao presidente da Câmara. Cunha está sendo abandonado!

A rádio Jovem Pan, através do repórter José M. Trindade divulgou agora pouco que circula em Brasília a idéia de que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), vai mesmo abrir um processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

publicidade

A situação já foi informada para alguns aliados. O que não se sabe ainda é quando isso deve acontecer.

Pressionado  e com um processo de cassação no Conselho de Ética, esse será o “último tiro” de Cunha, sua última cartada para tentar se livrar de uma provável cassação de mandato.

Integrantes do PSDB já haviam dado um ultimato a Cunha deputado em relação ao impeachment de Dilma. O prazo dado a Cunha para ele se posicionar em relação ao pedido de impeachment elaborado por Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr., que cita as “pedaladas fiscais” do governo como principal argumento jurídico, era até o próximo domingo, dia 15.

O repórter Trindade informou ainda que a repercussão em relação às explicações de Cunha sobre a origem do dinheiro em suas contas na Suíça não foi boa entre deputados. Ninguém acreditou.

Cunha alega também que o ex-deputado já falecido Fernando Diniz, do PMDB, fez depósitos em seu nome na Suíça. Filho de Fernando, Felipe Diniz negou o ocorrido em depoimento à Procuradoria-Geral da República.

Fernando era amigo de Cunha. O filho, porém, tentou falar pessoalmente com o presidente da Câmara, que não quis conversa e lhe pediu para procurar seus advogados.

publicidade