Cineasta que está produzindo o filme do PT é herdeira da Andrade Gutierrez e acionista da OI

filmeogolpe

O Diário do Brasil alertou ontem sobre o teatro montado pelo PT durante as sessões do impeachment

O espetáculo protagonizado por Gleisi Hoffmann, Vanessa Graziotin, Lindbergh Farias e outros senadores ‘companheiros’ foi previamente combinado com uma diretora premiada.

publicidade

Já sabendo que o processo de impeachment é praticamente irreversível, o PT jogou todas as fichas para construir seu filme (que se chamará GOLPE) e tentou levar ao povo brasileiro uma visão distorcida do momento político no país.

Cada passo de cada parlamentar petista foi acompanhado de perto por uma equipe profissional de filmagem com o intuito de produzir um documentário sobre os bastidores do impeachment de Dilma Rousseff.

Uma cineasta de 33 anos, com um currículo em universidades de Nova York e Londres, foi especialmente contratada para dirigir as filmagens.

Petra Costa ficou conhecida após a produção do longa-metragem ‘Elena’, premiado em diversos festivais e aclamado pela crítica como uma experiência única no cinema contemporâneo.

QUEM É A CINEASTA?

O site Antagonista revelou quem é a tal cineasta premiada.

Petra Costa é filha de Marília Andrade, herdeira da Andrade Gutierrez.

Ela também é herdeira sócia da Verdigris Participações, holding que integra a cadeia societárias de diversos empreendimentos, incluindo a Oi.

Petra Costa e a mãe Marília são amigonas de Lula.

publicidade