Odebrecht não reformou o sítio, não sustentou filho de Lula e não comprou terreno para o Instituto […] #SQN

19/03/2017

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Um executivo do grupo Odebrecht confirmou que a ‘alma mais honesta deste país’ praticou crime de tráfico de influência

obeservação: a hashtag #SQN, famosa no twitter e usada no título acima, significa “só que não”. Ela é usada para citar algo contrário do que realmente queremos dizer.

A revista Veja do último dia 17 destacou que “Lula recebeu vantagens indevidas e lavou dinheiro em diversas operação com a empreiteira”

De acordo com a delação premiada do executivo, o  petista pediu diversos favores para a empreiteira que seriam ‘abatidos’ de sua conta corrente no setor estruturado de propinas da empresa.

Tais informações, que logo sofrerão quebra de sigilo e serão divulgadas com detalhes, apontam que a situação do ex-presidente poderá se complicar ainda mais.

Além dos favores pessoais, a Veja também informou que um irmão de Lula recebia uma espécie de mesada da Odebrecht, algo em torno de R$ 5 mil.

Os documentos comprovaram, através dos diversos depoimentos já colhidos pela Força-tarefa da Lava-Jato, que a empresa de Marcelo Odebrecht reformou o sítio de Atibaia […] que não (sic…) é do Lula.

Também consta nos depoimentos que um lote foi adquirido pela empreiteira para construir a nova sede do Instituto Lula […] que obviamente não (sic…) é do Lula.

Ainda foi confirmado que dinheiro de origem duvidosa foi repassado como forma de pagar as palestras feitas pelo petista  […] mais uma vez afirmamos que as palestras também não (sic…) eram do Lula.

Ahhh… quase nos esquecemos: A Odebrecht ainda custeava quase todas as despesas de Luís Cláudio, filho caçula de Lula […] tudo a pedido do próprio político.

 

publicidade
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.