Objetivo de Lula na ONU é obter asilo político. Espanha, Itália e, pasmem, até Cuba já rechaçaram o petista

lulaonu

CIRCO INTERNACIONAL ARMADO POR LULA TEM UM ÚNICO OBJETIVO: CONSEGUIR ASILO POLÍTICO

O objetivo do ex-presidente brasileiro com sua petição enviada à ONU é abrir o caminho para ser considerado uma vítima de perseguição política.

publicidade

Lula quer que o mundo inteiro o veja como “coitadinho”.

Várias matérias já foram publicadas sobre esse assunto.

Lula já tentou asilos políticos em vários países, porém sem sucesso.

Todas falharam, conforme você pode ler abaixo:


FEVEREIRO DE 2016  – ASILO EM CUBA – NÃO DEU CERTO!

Oposição faz novo alerta: “Lula pode deixar o país. Sempre existiu um plano de escape por Cuba”

Senador Delcídio do Amaral teria começado a negociar um acordo de delação premiada nos bastidores

Delcídio Amaral contratou o advogado Antonio Figueiredo Basto, do escritório Figueiredo Basto. A intenção é usar os serviços do advogado para fazer sua delação premiada.

Figueiredo Basto é o mesmo advogado que defende o doleiro Alberto Youssef, o ex-gerente da Petrobrás Pedro Barusco , o dono da UTC, Ricardo Pessoa e o lobista Julio Camargo ­– quatro dos mais importantes delatores da operação.

De acordo com informações de deputados oposicionistas, em Brasília já corre um boato de que o ex-presidente Lula estaria pronto para sair do país, principalmente após acusações da esposa de Delcídio, onde diz que o PT o senador foi usado como testa de ferro para salvar o partido.

A oposição diz que é apenas uma questão de tempo até que o ex-presidente fuja do país, ou até mesmo, não retorne. 

Alguns políticos mais radicais ousam dizer que sempre existiu um plano de escape pela rota de Cuba, onde os petistas e seus principais nomes teriam toda uma estrutura montada, caso as investigações cheguem perto demais.


MARÇO DE 2016  – ASILO NA ESPANHA – NÃO DEU CERTO!

Lula comentou que um país bom para se asilar seria a Espanha. A conversa foi gravada

De acordo com Noblat, Lula foi pressionado para aceitar a nomeação para ministro do governo. As mesmas pessoas que pressionaram o ex-presidente a aceitar o cargo,  agora insistem para que ele peça asilo político a algum país.

Com o asilo, Lula se livra de uma eventual prisão e criaria uma situação político de ampla repercussão internacional, além de sair como ‘vítima’.

Um dos amigos do petista disse que Lula comentou que um país bom para se asilar seria a Espanha.

Ele alegou que já está muito velho para aprender outra língua.

O amigo desaconselhou a Espanha pela proximidade com Portugal, com quem O Brasil tem tratado de extradição. E citou alguns países da América Latina, entre eles Venezuela, Chile e Equador.


ABRIL DE 2016  – ASILO NA ITÁLIA – NÃO DEU CERTO!

No último fim de semana, a revista Veja veiculou uma matéria cogitando que o ex-presidente Lula teria intenção de pedir asilo político a um país europeu, possivelmente a Itália

Pelo fato de ter dupla cidadania [Brasileira e Italiana] e alegando ser um perseguido político, Lula teria um plano secreto, diz a revista.

“O plano seria pedir asilo à Itália e deixar o Brasil, evitando assim a prisão”

Aliados do ex-presidente disseram que a revista Veja perdeu a noção do ridículo e noticiou um fantasioso “plano de fuga”.

A Veja disse também que no plano estaria a possibilidade de um salvo conduto [acordo] que permitiria a Lula se deslocar da referida embaixada [Itália] até o aeroporto, onde tomaria um voo até o país europeu.

A notícia se espalhou rápido e aterrissou na imprensa italiana, onde leitores comentaram a matéria.

O site do jornal italiano “Il Giornale” noticiou:

“Lula vuol sfuggire al carcere: “L’Italia mi dia asilo politico” (Lula quer escapar da prisão: “A Itália vai me dar asilo político”).

Il Giornale dá detalhes sobre a árvore genealógica de Marisa Letícia, (e não Lula) que tem descendência italiana.

“A escolha do país seria por causa da esposa de Lula, Marisa Letícia […]. Na verdade, a ex primeira-dama é, originalmente, de Palazzago onde viviam, na Via Valle, os bisavós Giovanni Casa e Albina Mazoleni, desde 1908, antes de se mudar para a América do Sul.”

Mas o que chama realmente a atenção é a forma repulsiva que os italianos receberam e comentaram a notícia, traçando um paralelo entre Lula e Cesare Battisti, que teve seu pedido de extradição negado pelo então presidente Luíz Inácio.

A repulsa do povo italiano

Abaixo alguns comentários sobre o assunto [ publicados na reportagem do site do Il Giornalle]:

25/03/2016 – 11:00: “Absolutamente negar-se.[…] um político perseguido que tem subornos, e que está sendo investigado pelo judiciário de seu país. Em segundo lugar este é o presidente que nos negou a extradição de Cesare Battisti.[…].”

25/03/2016 – 11:19: “Estará na Itália, mas em conjunto com Cesare Battisti, alojado na mesma cela do homem que ele não queria extraditar. Criminosos miseráveis, do mesmo nível.”

25/03/2016 – 11:46: “Mas por que ele não vai para Hammamet?”

25/03/2016 – 24:41: “Em lugar usado para acomodar os cães e porcos, não se deve encontrar dificuldades para conceder o seu pedido… desde que especifique bem, a pergunta: qual das duas categorias pertence.”

Do jornal Corriere de La Sera:

5/03/2016 | 00:43: “Bem, agora nós permitimos asilo político à Lula, depois a troca imediata com Battisti”

25/03/2016 | 14:14: “Vamos aceitá-lo, para então depois fazermos a troca com o outro criminoso, Cesare Basttisti”, e assim, devolvê-lo para as prisões brasileiras.

Alguns políticos italianos também se manifestaram:

“Esperamos uma negação acerca do plano secreto para dar asilo na Itália ao ex-presidente brasileiro Luis Inácio Lula da Silva. Após o desprezo repetidamente dirigido ao nosso país, com a recusa de concessão de extradição do terrorista Cesare Battisti[…], seria mais uma humilhação para o nosso país”. Declarou a deputada da Forza Itália, Elvira Savino.

(redação com informações do portal br.blastingnews.com)


 leia também:

caradepauhoje234

29/07/2016 – Lula participa de evento em São Paulo e ironiza a Justiça Brasileira: “Me dá até coceira”


publicidade