O vídeo em que uma astronauta francesa faz um alerta sobre alienígenas: “A Terra deve ser avisada!”

claudie
claudie

Claudie Haignere em 1993 (à esquerda) e em 2008 (à direita)

Um vídeo chocante afirma que a primeira mulher astronauta da França gritou:

publicidade

“A Terra deve ser avisada!”

Minutos depois ela tentou o suicídio ingerindo uma grande quantidade de pílulas para dormir.

Um vídeo de seis minutos postado no YouTube pela UFOmania ressurgiu nesta semana examinando sua história e já visto por quase um milhão de internautas.

Em 1993, a célebre cientista Claudie era membro da equipe de apoio da missão Mir Altaïr , que incluia seu futuro marido, Jean-Pierre Haigneré.

Ela chegou à estação espacial Mir em 1996 como parte de uma missão russo-francesa Cassiopée e em 2001 tornou-se a primeira mulher européia a visitar a Estação Espacial Internacional.

Depois de se aposentar da carreira espacial, Claudie entrou na política francesa e trabalhou no Ministério de Pesquisa e Tecnologia de 2002 a 2005.

Apesar de seus esforços, os orçamentos para as pesquisas científicas foram cortados.

Em 2005, ela abandonou a política e foi trabalhar no laboratório de biologia do Instituto Pasteur.

PRESTE ATENÇÃO AGORA

Em dezembro de 2008 foi relatado que Claudie teve que ser levada às pressas para o hospital depois de ter uma overdose de calmantes.

Ela foi encontrada consciente, mas teve que ser contida enquanto gritava “a Terra deve ser avisada!” antes de entrar em coma.

Depois de recuperada, Claudie disse que o incidente foi uma reação da “síndrome de burnout”.

Especialistas que estudam seres alienígenas acreditam que ela estava tentando alertar a Terra sobre a existência de vida no espaço.

O vídeo do YouTube, narrado por uma voz de robô, é uma espécie de conspiração que mistura realidade e ficção.

Fonte:The Sun

publicidade