O sistema carcerário do Japão: Disciplina, Foco e Rotina

cadeiajapao000

A filosofia que coordena o processo carcerário no continente asiático é bem diferente do que acontece em outros presídios ocidentais.

Confira como é a cadeia no Japão:

publicidade

O FOCO

O foco principal é levar o condenado ou condenada ao arrependimento pelo ato cometido. Eles acreditam que, por ter errado, a pessoa deixa de ser um ser humano honrado e deve pagar por isso. O Japão possui um dos sistemas carcerários mais severos do mundo.

Tudo é autoritário. Pela cartilha de normas internas, o preso tem que pedir permissão para tudo em posição de sentido, dedos esticados, com o braço direito, tirar o boné com a mão esquerda e dizer “hanashimassu”, que significa “queria falar”. Caso algum preso descumprir essa ordem, será punido com isolamento na solitária.

A DISCIPLINA

A organização e a limpeza ditam a lei e os presos possuem o que mais falta nas celas de outros países: ESPAÇO. A lei japonesa determina que no máximo seis detentos permaneçam em uma cela.

Nenhum condenado fica sem trabalhar e não há tempo livre para imaginar ou planejar fugas.

As normas rígidas valem para todos os encarcerados, porém, estrangeiros são tratados com uma severidade extra.

cadeiajapao001

A ROTINA

O preso japonês começa acorda às 6h50 min. Vai para a oficina, onde trabalha na confecção de móveis ou brinquedos e retornam para a cela, de onde só saem no dia seguinte.

Os banhos são escassos e acontecem duas vezes por semana. As celas possuem pouca iluminação, um cobertor, uma pia e um banheiro pequeno.

Visitas são feitas por meio de paredes de vidros e acompanhadas por guardas. Cartas ou mensagens devem ser encaminhadas com uma tradução no idioma e o detento deve falar apenas japonês.

OS ESTRANGEIROS

A disciplina é bem mais rígida com os presos ocidentais. Os japoneses afirmam que os ocidentais conhecem ou quase desconhecem a disciplina. No Japão, há horários cronometrados para tudo: comer, dormir, trabalhar, assistir TV, etc…

Estrangeiro é proibido de se comunicar em idioma pátrio e deve falar na língua dos japoneses.

publicidade