O interino escapou! Delação premiada mais aguardada do país foi adiada para novembro

temerufa

O acordo de delação do mega empresário Marcelo Odebrecht deverá acontecer apenas em novembro, de acordo com informações do colunista do Globo Lauro Jardim.

O jornalista relatou que a conclusão do acordo acontecerá somente depois da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, previsto para o início de setembro.

publicidade

Em depoimento, o empresário envolveu os ministros José Serra e Eliseu Padilha, além do próprio Michel Temer.

O interino teria pedido recebido R$ 11 milhões da construtora “em dinheiro” para campanhas do PMDB.

Desse montante, R$ 4 milhões teriam sido pagos para Padilha.

José Serra teria recebido R$ 23 milhões via caixa 2.

O QUE DIZ A CONSTITUIÇÃO

O presidente interino Michel Temer (PMDB) poderá escapar das investigações caso assuma definitivamente a Presidência da República.

A Constituição prevê que o presidente não pode ser responsabilizado por “atos estranhos” ao exercício do mandato.

publicidade