Veja o poderio militar da Coreia do Norte, o 4º maior exército do mundo

ACIMA UM VÍDEO DIVULGADO NA COREIA SIMULANDO UM ATAQUE AOS EUA

Pyongyang se tornou a capital mundial da obsessão antiamericana

Com o lema “Military First” (Militares em primeiro lugar), a Coreia do Norte, já está ‘tecnicamente’ em guerra com Washington e Seul.

FORÇA TERRESTRE

De acordo com o ‘livro branco’ da Defesa nacional, o balanço das Forças de Kim Jon-un chega a impressionar:

A força militar da Coreia do NorteA artilharia da Coreia é preocupante; os canhões e mísseis de longo alcance são capazes de atingir a capital da Coreia do Sul com extrema precisão.

Cerca de 70% das forças terrestres estão posicionadas na Zona Desmilitarizada, o que facilita uma uma rápida mobilização em caso de confronto com a Coreia do Sul.

Kim Jon-un também conta com centenas de instalações subterrâneas fortificadas (bunkers).

A maioria das armas dos soldados são equipamentos reaproveitados da China e da Rússia (pós Segunda Guerra), porém novos tanques e equipamentos de artilharia foram adquiridos nos últimos 3 anos.

DESCRIÇÃONÚMEROS
SOLDADOS1.200.000
TROPA RESERVA7.700.000
TANQUES4200
VEÍCULOS BLINDADOS2.200
ARMAS DE ARTILHARIA8.600
LANÇADORES DE MÍSSEIS4.800
SOLDADOS

Mesmo com uma ‘carência’ de recursos e com equipamentos considerados ultrapassados, o exército de Kim possui uma logística surpreendentemente organizada e pode iniciar um ataque contra a Coreia do Sul em questão de horas, sem que haja nenhum aviso prévio.

Um relatório da Defesa norte-americana destacou que:

“As forças armadas da Coreia do Norte detêm a capacidade de impor danos de grande monta na Coreia do Sul, singularmente na região chamada de DMZ (Zona Desmilitarizada da Coreia) ”

UM DETALHE CURIOSO

Fontes da Coreia do Sul declararam que o exército do ditador norte-coreano, apesar de ser volumoso, é extremamente mal alimentado, mal equipado, mal treinado e com condições precárias de saúde, excetuando as ‘tropas especiais’. (ver mais adiante…)

Kim utiliza seus soldados para todo e qualquer tipo de trabalho, desde a construção civil (casas, rodovias, bunkers, pontes, barrragens, viadutos,etc…) até a agricultura ( plantio, colheita e  manutenção dos campos).


FORÇA MARÍTIMA

DESCRIÇÃONÚMEROS
EFETIVO60.000
UNIDADES DE PATRULHAMENTO420
UNIDADES ANFÍBIAS260
SUBMARINOS70
NAVIOS DE GUERRA20

A Coreia do Norte não tem uma força naval significativa.

Cerca de 70 submarinos (equipamentos obsoletos, movidos a diesel e de pequeno alcance) são encarregados de fazer as defesas costeiras e algumas operações especiais.

De acordo com especialistas, a marinha tem um limite operacional de 50 km da costa.

A frota possui 20 navios que estão espalhados no Mar do Japão e Mar Amarelo.


FORÇA AÉREA

DESCRIÇÃONÚMEROS
EFETIVO110.000
AVIÕES DE COMBATE820
AVIÕES DE TRANSPORTE330
HELICÓPTEROS300

Os melhores caças de Kim Jon-un são os MIG-29s, adquiridos da antiga URSS (União Soviética), famosos nos anos 80.

Aeronaves MiG’s-23 e os SU’s-25 também fazem parte da Força Aérea norte-coreana.

A força militar da Coreia do NorteOs pilotos de Kim possuem pouco tempo de instrução e os aviões sofrem com constantes faltas de combustível.

Helicópteros MD-500, fabricados nos EUA, foram adquiridos pelo ditador e participaram do último desfile aberto.


FORÇAS ESPECIAIS

São unidades que recebem um treinamento especial – soldados são treinados à exaustão, porém recebem melhores soldos, equipamentos e também (pasmem) uma alimentação diferenciada.

Estima-se que a ‘força de elite’ de Kim Jon-un tenha algo em torno de 150.000 homens (números não oficiais)


Ameaça feita por Kin Jon-un em 2014: “Vamos disparar armas nucleares na Casa Branca e no Pentágono”

ARMAS NUCLEARES

Segundo fontes externas, o número de ogivas nucleares chegam a 12.

Para fazermos uma comparação, a Rússia possui cerca de 7.000 ogivas e os EUA em torno de 6.800.

Kim também possui 50 mísseis balísticos de médio alcance (1.300 km), 6 mísseis KN08 de longo alcance (5.500 km) e um número desconhecido de mísseis Taepodong-2 com alcance ‘também’ desconhecido.

Os mísseis balísticos de médio alcance podem atingir a capital do Japão em aproximadamente 10 minutos.

Segundo a Heritage Foundation, um novo míssil, chamado de Taepodong 3, foi projetado por engenheiros da Coreia e podem ter um alcance de 13.000 km, fator que colocaria os Estados Unidos na mira do ditador Kim.

Atualmente, a obsessão doentia da Coreia do Norte gira em torno de conseguir acoplar uma ogiva nuclear em um míssil Taepodong 3 para atingir o ‘coração dos EUA’.


ARMAS QUÍMICAS

Esse é o maior mistério de Kin Jon-un.

Os EUA afirmam que é possível que Pyongyang tenha um arsenal de “agentes químicos” capazes de estrangular as pessoas em segundos.

Relatórios afirmam que esse tipo de ‘agente nervoso’ pode ser aplicado em projéteis de artilharia ou até mesmo nos mísseis balísticos.

As tropas especiais de Kim são treinadas para lutar em ambientes contaminados.

Recentemente, um desertor do exército norte-coreano entregou às autoridades da Finlândia arquivos digitais onde foi concluído que Pyongyang testou agentes químicos e biológicos em seus próprios cidadãos.


publicidade


error: Conteúdo protegido !!