No Sul de Minas Gerais, médico do SUS humilha paciente idoso e escreve no receituário: “Não usar naftalina”

muzambinho

muzambinho

O caso aconteceu na cidade de Muzambinho, interior de Minas Gerais

De acordo com a dona Vera Lima, ela foi levar seu pai (uma pessoa de idade) para um atendimento médico no PSF (Programa de Saúde da Família) da Vila Lima com o intuito de conseguir uma consulta no oftalmologista.

publicidade

Vera relata que, ao chegar no posto de atendimento, o médico que atendeu seu pai disse de imediato: “Que mau cheiro”

O doutor de plantão estava se referindo ao casaco do idoso que cheirava a naftalina.

A naftalina é um repelente natural que já foi vastamente utilizado por donas de casa em armários e gavetas. Ela tem o objetivo de combater traças e larvas que causam estragos em roupas de fibras.

Não satisfeito com o comentário, o médico decidiu debochar do paciente e escreveu no receituário:

“Não usar naftalina”

Vera também disse que o médico se recusou a assinar e carimbar o receituário.

O profissional foi identificado apenas como Dr. Matheus.

veralima

 

 

publicidade