Neto de Getúlio Vargas comete suicídio. Pai e avô também se suicidaram

Getúlio Dornelles Vargas, ex-presidente do Brasil, cometeu suicídio no ano de 1954, com um tiro no peito

Seu filho caçula, o fazendeiro Manuel Antônio Vargas (conhecido como Maneco Vargas), também cometeu suicídio (aos 79 anos) atirando contra o próprio peito, em janeiro de 1997.

Na manhã de hoje (17) o neto do ex-presidente também cometeu suicídio aos 61 anos.

Getúlio Dornelles Vargas Neto, advogado, foi encontrado morto em seu apartamento na cidade de Porto Alegre.

Ao lado do corpo do advogado havia um bilhete de despedida.

De acordo com a Delegacia de Homicídios da capital gaúcha, Getúlio Neto atirou contra a própria cabeça.


 

publicidade