MPF diz que tem novas provas contra Lula – um software da Odebrecht que registrava propinas

O MPF confirmou agora à noite que protocolou uma petição para inserir novas provas em um processo contra Lula

De acordo com os procuradores, um sistema de dados da Odebrecht (chamado MyWebDay) registrou todos os pagamentos de propina que a empresa desembolsou para agraciar agentes públicos e políticos.

O MPF vai usar as informações contidas neste software para produzir novas provas no processo que julga Lula pelo provável recebimento de vantagens ilícitas na compra do terreno do Instituto Lula.

Esse novo material faz parte do acordo de leniência firmado entre a Odebrecht e o Ministério Público Federal.

O ex-presidente é acusado de ter se beneficiado por um terreno comprado pela Odebrecht para o Instituto Lula – o imóvel não chegou a ser usado para essa finalidade.


(a informação é do Paraná Portal)

publicidade