Ministro Gilmar Mendes: “Não há casos de precedentes […] Se Dilma cair, Michel Temer cairá junto “

GilmarDilmaTemer

O ministro Gilmar Mendes,presidente do TSE, afirmouque a Corte não tem precedentes de julgamentos em que apenas um dos membros de uma mesma chapa eleitoral tenha sido cassado separadamente

A declaração caiu como uma bomba na estratégia que está sendo articulada pelo vice-presidente Michel Temer em sua defesa.

publicidade

De acordo com informações Temer já estaria se preparando para assumir a Presidência em definitivo, ao articular defesa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em caso de cassação da chapa de Dilma em 2014.

Ele contratou o advogado Gustavo Guedes, especialista em Direito Eleitoral, para conduzir o processo.

A ação cassação do mandato presidencial é liderada pelo senador Aécio Neves. O PSDB acusa a chapa Com a Força do Povo, de Dilma e Temer, de abuso de poder político e econômico na campanha eleitoral. A relatoria do caso está nas mãos da ministra Maria Thereza de Assis Moura.

Para o ministro Gilmar Mendes, o TSE julgou apenas casos em que foi possível separar os membros da mesma chapa porque um dos candidatos era inelegível.

publicidade