Ministro do STF determina prisão domiciliar para mulher presa por tráfico de drogas

Gilmar Mendes, ministro do STF, concedeu prisão domiciliar para uma detenta acusada pelo crime de tráfico de drogas

O ministro despachou que a acusada poderá cumprir a pena em casa por ser ser mãe de dois filhos, de 3 e 6 anos.

A cidadã em questão foi presa na cidade de Tatuí (interior de SP) há pouco mais de 2 meses.

Em sua posse estavam 80 gramas de cocaína, 200 gramas de maconha e algumas pedra de crack.

Mendes alegou que:

“Não obstante as circunstâncias em que foi praticado o delito, a concessão da prisão domiciliar encontra amparo legal na proteção à maternidade e à infância, como também na dignidade da pessoa humana, porquanto prioriza-se o bem-estar do menor”, assinou o juiz.


 

publicidade