Ministro da Educação rebate críticas de petistas: “Incompetentes.Deixaram dívidas de mais de R$ 1 bilhão”

caleros

Após demitir 81 “chupins petralhas” que faziam parte do Ministério da Cultura, Marcelo Calero (atual Ministro da Educação) foi acusado, pela imprensa petista, de promover um ‘desmonte’ no MINC

Marcelo não gostou do que ouviu e resolveu partir para o ataque, chamando a gestão anterior de incompetente.

publicidade

Em sua rede social, ele desabafou:

Na tentativa desesperada de construir uma narrativa política, o pessoal raivoso insiste na tese estapafúrdia do “desmonte” do MinC. Desmonte, para mim, é uma gestão irresponsável e incompetente, que para além de preencher mais da metade dos cargos de confiança por apadrinhados políticos, permite que o orçamento do Ministério seja reduzido a míseros 400 milhões de reais – o menor da Esplanada – e deixa como legado uma dívida de mais de 1 bilhão de reais, incluindo inúmeros editais e fornecedores não pagos, além de obras paralisadas. Isso é desmonte.

publicidade