Mendes chama tentativa de barrar impeachment de Operação Tabajara: “Foi um ato circense”

MENDES090516

A tentativa fracassada do presidente interino da Câmara para anular o processo de impeachment da presidente Dilma foi criticada pelo ministro do STF Gilmar Mendes

Mendes classificou o ato do governo como uma “Operação Tabajara”.

publicidade

“Se não fosse um ato circense, seria realmente um ato criminoso, de tentativa de fraude”, disse Mendes em matéria publicada na Folha.

O ministro ainda ressaltou que “não faz nenhum sentido” que um presidente da Câmara revogue uma decisão tomada pelo plenário da Casa.

José Eduardo Cardozo [advogado Geral da União] também recebeu comentários:

“A gente fica com vergonha do nível jurídico, inclusive do advogado-geral da União”.

publicidade