Mendes: “A não cassação dos direitos de Dilma é algo bizarro … Erraram no beabá do direito constitucional”

beabamendes

O presidente do TSE e ministro da Suprema Corte Gilmar Mendes, disse hoje que a votação fatiada do impeachment de Dilma é bizarro

Mendes também afirmou que “a votação não passa na prova dos 9 do jardim de infância do direito constitucional”.

publicidade

O resultado do julgamento do impeachment de Dilma abre precedente e poderá repercutir “negativamente” nas cassações de mandatos de deputados, senadores e vereadores.

“O que se fez no senado foi um DVS (destaque para votação em separado) […]  isso é, no mínimo bizarro […] “ disse o ministro a jornalistas.

publicidade