Melhor jogador do mundo poderá pegar até 2 anos de cadeia pelo crime de evasão fiscal

messi

Messi e o pai são acusados de fraudar 4,16 milhões de euros , procedentes de direitos de imagem do craque, entre 2007 e 2009, e podem ser condenados a até 22 meses de prisão

Pai e filho são acusados pelo crime de evasão fiscal. Lionel Messi e seu pai, Jorge Horácio Messi, serão julgados pela Audiência de Barcelona nos dias 31 de maio e 1, 2 e 3 de junho.

publicidade

Anteriormente, a procuradoria havia pedido 18 meses de prisão para o pai do jogador e o arquivamento da denúncia contra Messi por entender que o atleta não teve conhecimento da fraude.

O pai de Messi assumiu toda a responsabilidade pela gestão tributária do filho e seus advogados defenderam que Lionel Messi “jamais se dedicou um minuto a ler, estudar ou analisar os contratos que regulam a riqueza que ele cria com seu trabalho”.

A Advocacia pediu para que o craque continuasse como acusado e teve respaldo da Audiência de Barcelona, que recomendou a condenação de até 22 meses de prisão por três delitos contra a Fazenda.


leia também:

Neymar pode ser indiciado a qualquer momento na Espanha pelos crimes de corrupção e fraude

publicidade