Maracutaia nas indicações da Petrobras? Delator cita todo mundo: “Dilma,Dirceu,Aécio,etc…”

DELATORMOURAwe

O novo interrogatório do delator da Lava Jato Fernando Horneaux de Moura aconteceu hoje (3) em Curitiba

Moura admitiu ao Ministério Público Federal (MPF) que mentiu para o juiz Sérgio Moro durante um depoimento e foi ouvido novamente.

publicidade

Ao justificar a mentira, Moura disse aos procuradores do MPF que alterou a versão porque se sentiu ameaçado por uma pessoa um dia antes do depoimento ao juiz.

Moura começou seu depoimento pedindo desculpas ao juíz Sérgio Moro:

” Eu gostaria de pedir desculpas para o senhor. Em meu último depoimento, no dia 22/01, eu fui desrespeitoso”

A partir do minuto 8:15, a coisa começa a esquentar. O delator coloca todo mundo no mesmo balaio. Dilma, Dirceu, Aécio,etc…

Dilma Rousseff, à época ministra de Minas e Energia, participou de reunião em 1º de fevereiro de 2003 que chancelou a indicação de Renato Duque à diretoria de Serviços da Petrobras.

Duque foi condenado a 20 anos e oito meses de prisão em setembro pelos crimes corrupção passiva, organização criminosa e lavagem por desvios de recursos em contratos na estatal.

Com relação a Aécio, o delator disse: “Aécio já tinha o poder sobre cargos em Furnas”

confira no vídeo:

publicidade