Manobra de treinamento dos EUA irrita Kim Jong-un: “Responderemos com ataques nucleares”

kim0803

As forças sul-coreanas e americanas iniciaram ontem (07) manobras em conjunto na península coreana, e Pyongyang (capital da Coréia do Norte) ameaçou responder com ataques nucleares

Após o quarto teste nuclear da Coreia do Norte e o lançamento de um foguete de longo alcance,  os exercícios anuais dos dois aliados (EUA e Coréia do Sul)  agravam sistematicamente as tensões entre Norte e o Sul.

publicidade

A ONU já adotou uma nova série de sanções contra o regime mais isolado do mundo.

As manobras conjuntas, chamadas”Key Resolve” e “Foal Eagle”, contam com a participação de 15.000 americanos, quatro vezes mais que em 2015.

300.000 militares sul-coreanos também estão mobilizados, além de uma brigada de combate, uma esquadra conduzida por um porta-aviões e submarinos de propulsão nuclear.

Em comunicado oficial, a Comissão de Defesa Nacional da Coreia do Norte disse estar pronta para uma contraofensiva total.

“As manobras militares conjuntas organizadas pelos inimigos são encaradas como exercícios de guerra nuclear não dissimulados destinados a minar a soberania (da Coreia do Norte), sua resposta militar será efetuar ataques nucleares preventivos e ofensivos”, alerta o comunicado.

O líder norte-coreano Kim Jong-un já deu o tom, depois da adoção de sanções na ONU:

“Devemos estar sempre prontos, a cada instante, para utilizar nosso arsenal nuclear”.

A Comissão de Defesa Nacional da Coréia do Norte afirmou que planos de “ataque nuclear preventivo em nome da justiça” foram elaborados pelo Comando Supremo do Exército Coreano, com a aprovação de Kim Jong-un.

O ditador norte coreano afirma que os planos estão prontos para ser aplicados “mesmo no caso da mínima ação militar” dos inimigos do Norte.

publicidade