Mais um “feito” do governo comunista do PT: Investidores podem tirar US$12 bi do Brasil, afirma Deutsche Bank

Maisumfeito

A decisão anunciada pela Moody’s de colocar o rating brasileiro em revisão não é uma grande surpresa para os analistas do Deutsche Bank

publicidade

O momento do alerta sobre a nota brasileira, porém, indica que o Brasil pode perder o título de bom pagador antes do esperado pelos economistas do banco alemão.

O Deutsche calcula que gestores e fundos de todo o mundo teriam de desmontar posições de US$ 12 bilhões em bônus de bancos brasileiros com o downgrade, mas boa parte desse movimento já teria sido antecipada.

“Muitas análises sugerem que não era uma grande surpresa dado que a Standard & Poor’s já tem o soberano do Brasil em BB+”, dizem os analistas do banco em análise enviada ontem aos clientes.

O banco alemão nota, porém, que o momento da decisão deve indicar que o Brasil pode perder o título de bom pagador antes do previsto.

“Nossos economistas de mercados emergentes destacaram que, nesse passo, parece que o Brasil vai perder o status de grau de investimento de pelo menos duas agências um pouco mais rápido que eles esperavam.”

Diante do risco cada vez maior de o País perder o grau de investimento, os economistas do banco calculam que cerca de US$ 12 bilhões em bônus emitidos por bancos brasileiros estariam em risco, já que o rebaixamento da nota brasileira normalmente é acompanhado pela piora da nota dos bancos e empresas do País.

(Fernando Nakagawa, do Estadão Conteúdo)

publicidade