Mais um carro em nome de Jesus? PF pediu nota fiscal de BMW e concessionária se negou a entregar

BMWcunha

A BMW e é avaliada em quase R$ 1 mi

De acordo com informações de Hudson Corrêa, da revista Época, a Polícia Federal pediu a nota fiscal de um veículo BMW comprado em nome de Ghabriela Cruz, enteada de Eduardo Cunha.

publicidade

A advogada da concessionária onde o carro foi adquirido se negou a passar as informações e alegou que seria quebra de sigilo.

O problema é que, segundo a Procuradoria-Geral da República, Ghabriela aparece vinculada a uma das contas ligadas a Cunha em investigações da operação Lava-Jato.

Os dados sobre a frota do casal fazem parte da argumentação da PGR para a abertura de um novo inquérito contra Cunha. A PGR alega, também, que entre 2002 e 2014, o patrimônio declarado por Eduardo Cunha à Justiça Eleitoral aumentou 214%

publicidade