Esposa de ditador comunista maluco faz rara aparição pública


A esposa de KIM Jong-un emergiu das sombras para participar de um farto banquete em homenagem aos desenvolvedores de armas nucleares do país

A sorridente Ri Sol-ju, 27 anos, foi fotografada ao lado do líder norte-coreano durante um banquete de gala comemorando o teste da bomba de hidrogênio (teste esse que foi tão poderoso que causou abalos sísmicos na Rússia e na China), realizado na última semana.

A festa foi realizada no 69º aniversário do governo, data em que muitos temiam ser marcada com o lançamento de outro míssil nuclear.

O Sr. Kim e a Sra. Ri ficaram de pé e aplaudiram uma apresentação de canções patrióticas e danças culturais no The People’s Theatre, em Pyongyang, antes de terem participado do grande banquete.

Kim Jong-un elogiou o cientista-chefe Ri Hong Sop e Hong Sung Mu por “assumirem a liderança para o desenvolvimento nuclear e econômico do estado”.

Ri Hong Sop, que é o chefe do Instituto de Armas Nucleares da Coréia do Norte, foi colocado na lista negra pela Coréia do Sul, Nações Unidas e EUA.

Foi a primeira vez que a Sra. Ri foi vista em público desde dezembro, quando participou de uma competição de treinamento de combate aéreo com seu marido.

Especula-se que a sra. Ri Sol-ju tenha fisgado o coração de Kim durante um concerto de música clássica em 2010, quando ela fazia parte da orquestra nacional Unhasu.

Em julho de 2012, a mídia confirmou que eles haviam se casado, encerrando semanas de especulação na imprensa sul-coreana […] a data do casamento permanece como segredo de estado.

No ano passado, a primeira-dama desapareceu por sete meses, provocando boatos de ela havia sido executada pelo marido.

Mais tarde, a agência de notícias Yonhap (Coreia do Sul) informou que a jovem estava em licença prolongada devido à gravidez.

Kim e Ri têm 3 filhos cujos gêneros nunca foram divulgados publicamente.

O último deles nasceu em fevereiro deste ano.


Abaixo outras fotos da primeira-dama da Coreia do Norte:


 

publicidade