Líder do PPS: “Lula está acabado. Só lhe resta agora atacar os investigadores da Polícia Federal”

PFNAOTEMMEDO

O deputado federal Rubens Bueno (PPS/PR), afirmou que o cerco contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai se fechando de tal forma que resta ao petista apenas elevar sua retórica para atacar os investigadores

“A Polícia Federal já está na vizinhança de um dos principais chefes da organização criminosa que assaltou não só a Petrobras, mas diversas empresas públicas do país. Com a investigação contra os seus filhos e outra sobre a evolução de seu patrimônio pessoal, Lula partiu para o ataque. Mas a ação de hoje mostra que a Justiça, o Ministério Público e a Polícia Federal não se intimidaram”, afirmou o líder do PPS.

publicidade

A operação de hoje, batizada de “Triplo X”, é a 22ª etapa da operação Lava Jato e tem como objetivo apurar um esquema de lavagem de dinheiro envolvendo negócios imobiliários, empresas offshore e operadores do petrolão.

Estão envolvidas, além da OAS, as empresas Murray Holdings LCC, dona de um triplex vizinho ao que Lula teria opção de compra no mesmo condomínio do Guarujá, e a offshore Mossack Fonseca. Ao todo, a Justiça determinou o cumprimento de seis mandados de prisão temporária, dois de condução coercitiva e 15 de busca e apreensão. As diligências ocorreram nas cidades de São Paulo, Santo André, São Bernardo do Campo e Joaçaba (SC).

De acordo com o deputado, o avanço da operação Lava Jato ainda trará muitas novidades neste ano.

“Trata-se de um esquema de corrupção tão sofisticado e amplo que teremos novos episódios que podem sacudir ainda mais a política brasileira. Por isso, a sociedade precisa manifestar todo seu apoio aos policiais, procuradores e integrantes da Justiça envolvidos neste trabalho. Até porque eles vêm sendo alvo de perseguição e tentativa de intimidação por parte de políticos e outros investigados”, defendeu Rubens Bueno.

publicidade