Kim Jong-un lança BOMBA H, provoca terremoto de 6.3 e faz prédios tremerem na Rússia e China


O presidente norte-americano Donald Trump descartou as tentativas de “apaziguar” a Coréia do Norte e advertiu que o ditador Kim Jong-un “só entende entende uma linguagem” … a da guerra

A detonação de uma bomba de hidrogênio de 100 quilotons no país – que é tão poderosa que poderia vaporizar uma cidade inteira – provocou um terremoto de 6.3 na escala Richter (que geralmente vai até 9 ptos ) na madrugada de hoje.

O epicentro do tremor foi detectado no nordeste da Coreia, em um local de testes chamado Punggye-ri […] a detonação foi tão forte que abalou edifícios na China e na Rússia.

O poder bruto da bomba (que tem um rendimento de 100 kilotons) foi cerca de 5 vezes maior do que a bomba que atingiu Nagasaki, durante os estágios finais da Segunda Guerra Mundial, em agosto de 1945.

A agência de notícias estatal da Coréia do Norte (KCNA) advertiu que a bomba “é uma arma termonuclear multifuncional com grande poder destrutivo que pode ser detonada mesmo em altitudes elevadas, possibilitando ataques do tipo EMP”.

A RESPOSTA DE TRUMP

Em uma série de mensagens postadas no twitter na manhã de hoje, o presidente escreveu:

“A Coréia do Norte realizou um grande teste nuclear. Suas palavras e ações continuam sendo muito hostis e perigosas para os Estados Unidos.”

“A Coréia do Norte é uma nação desonesta que se tornou uma grande ameaça e constrangimento para a China, que está tentando ajudar, mas com pouco sucesso. 

“A Coréia do Sul está achando que a conversa sobre apaziguamento com a Coréia do Norte não funcionará, eles só entendem uma coisa!”

O general Vincent K. Brooks, comandante da Força Combinada EUA/Coréia do Sul, concordou que o mundo tem que agir “o mais rápido possível”.

O secretário das Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson, condenou o teste de armas nucleares como “imprudente” e enfatizou que “todas as opções estão na mesa” para a tomada de uma ação militar.

Johnson advertiu:

“A distância entre a Coréia do Norte e Seul é muito pequena, eles poderiam basicamente vaporizar grandes partes da população sul-coreana mesmo com armas convencionais”.

Theresa May, primeiraministra do Reino Unido, também destacou:

“Esta última ação da Coréia do Norte é imprudente e representa uma ameaça inaceitável para a comunidade internacional”. 

O presidente russo, Vladmir Putin, ainda não se declarou oficialmente.



tradução instantânea do Chrome


 

publicidade