Kim coloca tropas de prontidão para enfrentar os EUA e dá ordem para soldados saquearem a comida do povo


A Coreia do Norte ordenou que seus soldados se preparem para uma “guerra iminente” à medida que as tensões atingem o ponto de ruptura com os EUA

Os generais de Kim Jong-un disseram a seus soldados que se preparem para a batalha enquanto os bombardeiros dos EUA (em parceria com a Coreia do Sul) fazem treinos de guerra sobre a Península Coreana.

Os temores de uma provável guerra nuclear foram renovados quando o ditador ordenou o disparo de um míssil sobre uma ilha ao norte do Japão na última terça-feira .

A Coréia do Norte disse que este lançamento foi uma preparação para uma “guerra real” e deveria ser encarada como um voo de teste para um ataque potencial às bases dos EUA em Guam.

Fontes revelaram que os soldados da Coréia do Norte foram informados para se preparar a guerra e roubar alimentos e recursos dos próprios cidadãos do país, informou o jornal Daily NK:

“Os oficiais militares estão instruindo seus soldados, exaustos após o treinamento, para comerem milho nos campos porque a guerra é iminente”, disse uma fonte ao site.

“Eles estão até ameaçando seus combatentes e dizendo que se eles ficarem malnutridos, eles enfrentarão a morte de perto” informou a publicação.

Os chefes do exército de Kim foram orientados a fecharem os olhos para os saques, pois a ordem incentiva os soldados norte-coreanos a manterem suas forças.

O exército da Coréia do Norte tem cerca de 6,5 milhões de combatentes disponíveis (incluindo soldados e tropas reservas), mas é visto como uma espécie de ‘exército de mendigos’ – com tropas desnutridas usando veículos e armas da década de 50.

Kim Jong-un declarou que suas tropas devem estar prontas para disparar e invadir a Coreia do Sul a qualquer momento e acrescentou que o míssil lançado sobre o Japão foi uma “cortina de fumaça” para mais ações militares reais e devastadoras que acontecerão.

O Japão confirmou que o míssil lançado sobre Hokkaido tinha capacidade para chegar à ilha de Guam.


 

publicidade