Juiz do Paraná pede o bloqueio dos bens de Cunha e Cláudia Cruz

cunhaeclaudia

A Justiça Federal do Paraná decretou hoje (14) o bloqueio dos bens do presidente de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), da esposa Cláudia Cordeiro Cruz e mais três pessoas

A decisão foi tomada em caráter liminar. Foram bloqueados bens de empresas ligadas aos cinco alvos da ação.

publicidade

Entre as empresas estão a C3 Produções Artísticas e Jornalística LTDA e C3 Atividades de Internet LTDA, ligadas a Cláudia Cruz.

Também tiveram os bens bloqueados o lobista João Augusto Rezende Henriques, o empresário Idalécio de Castro Rodrigues e o ex-diretor da área de internacional da Petrobras Zelada.

A ação investiga a compra de direitos de exploração de poços de petróleo em 2011, pela Petrobras.

De acordo com o MPF, houve o pagamento de propina de US$ 10 milhões, dos quais US$ 1,5 milhão teriam sido destinados a Eduardo Cunha.

publicidade