Juiz ‘braço direito’ de Teori Zavascki na Lava-Jato deixa o Supremo

Informação da coluna Expresso, da Revista Época, relata que o juiz Márcio Schiefler, que atuava no âmbito da Lava-Jato dentro do gabinete de Teori Zavascki, deixou o STF hoje (31).

Schiefler pediu para se desligar do Supremo logo após a presidente Cármen Lúcia homologar a ‘Delação do Fim do Mundo’, onde 77 colaboradores da Odebrecht fizeram um acordo de delação premiada.

A Época informou também que o juiz é considerado uma espécie de ‘banco de dados’ da Lava Jato […] ele era de extrema confiança de Teori e assinou vários documentos de processos envolvendo políticos e autoridades.

O exmo. juiz volta para Santa Catarina, onde seguirá sua carreira de magistrado no Tribunal de Justiça.

 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!