Joesley pagou propina para Ministério da Agricultura alterar regras de exportação

Aos poucos, a ‘coisa’ vai se encaixando

O todo poderoso da Friboi, Joesley Batista, disse em sua delação premiada que também pagou propina para o Ministério da Agricultura, na época comandado por Antônio Andrade (PMDB).

Eduardo Cunha e o doleiro Lúcio Funaro foram os intermediários dos pagamentos.

A informação é Gabriel Marcarenhas, da Veja.

Joesley relatou que pagou cerca de R$ 7 milhões durante o ano de 2013.

Para retribuir a gentileza do empresário, o Ministério da Agricultura regulamentou a exportação de subprodutos (despojos, miúdos) da carne bovina e alterou regras para favorecer a empresa.

Tais regras eram referentes à aplicação de vermífugos nos produtos.


fonte: Veja

publicidade