Joesley fala sobre Temer: “É o chefe da ORCRIM na Câmara dos Deputados … um homem perigoso”

A Época publicou na noite de ontem (16) parte de uma entrevista exclusiva que fez com ‘o açougueiro que corrompeu o país’, sr. Joesley Batista

Joesley disse em alto e bom tom:

“Michel Temer (PMDB) é o líder da “maior e mais perigosa organização criminosa do Brasil” e detalhou os motivos que o levaram a fazer uma delação contra o presidente.

Lula e Aécio Neves também tiverem seus esquemas detalhados por Joesley.

Voltando ao presidente, o açougueiro corruptor disse que conheceu Temer em 2009:

“Era relação institucional, de um empresário que precisava resolver problemas e via nele condições para isso. Ele ele me via como um empresário que poderia financiar as campanhas dele e montar esquemas que renderiam propina”, disse Joesley ao repórter Diego Escosteguy.

De acordo com o sr. Friboi, o primeiro pagamento teria ocorrido em 2010:

“Temer não tem cerimônia para tratar desse assunto […] não recusa dinheiro. Os pedidos eram recorrentes”,disse.


EDUARDO CUNHA

Joesley conta que Eduardo Cunha sempre se referiu a Temer como seu superior uma escala de hierarquia:

“A maioria das coisas o Eduardo conseguia resolver sozinho […] quando ficava difícil, ele levava para o Michel resolver.”

“Primeiro vinha o Lúcio (doleiro Funaro). O que ele não consegua resolver ele pedia para o Eduardo […] caso o Eduardo não resolvesse, ele passava para o Temer”

O empresário ainda disse que nem sempre pagava o valor exigido:

“Essa é a maior e mais perigosa organização criminosa desse País. Liderada pelo presidente. O Temer é o chefe da Orcrim da Câmara. Eu tomava muito cuidado”, cravou.

O Temer é o chefe da Oeganização Criminosa da Câmara. Temer, Eduardo, Geddel, Henrique, Padilha e Moreira. É o grupo deles.

Quem não está preso, está no Planalto. É uma  turma muito perigosa. Não pode brigar com eles, nunca tive essa coragem […] só que se você baixar a guarda, eles não têm limites.


PT E PSDB

A parte que diz respeito ao ex-presidente Lula e ao senador Aécio não foi liberada no site da Época, mas a revista adiantou que:

“O PT de Lula ‘institucionalizou’ a corrupção no Brasil e o partido de Aécio Neves entrou em leilões para comprar partidos nas eleições de 2014”. S

De acordo com a reportagem, Joesley se arrependeu do que fez.

Claro … nada que uns bons 30 anos de cadeia não resolvam!


 

publicidade