Diário do Brasil

Internauta relata o “dia da mentira” nos frigoríficos: “Os fiscais chegam e eles escondem a carne podre”

Leia abaixo o relato de uma professora universitária postado nas redes sociais:

Tenho alunos que trabalharam no ‘frigorífico’ local e já ouvi de muitos sobre o que os funcionários chamam de “Dia da mentira”.

É quando eles sabem que virá a fiscalização (sim, é avisado porque os fiscais são ‘vendidos’) e guardam a carne com bicheiras em caminhões baú e apresentam apenas o que foi abatido no dia […] também dão uma higienizada no local.

Quando os fiscais vão embora, as carnes são retiradas dos caminhões com muita mosca e cheiro insuportável, além das carnes que são devolvidas do exterior e chegam roxas, mas aplicam um produto para que a cor pareça “mais agradável” para serem vendidas no mercado local.

Essas histórias eu ouço há mais de 5 anos por diversos alunos.

Perguntem para quem já trabalhou lá, infelizmente só hoje veio à público, mas nunca é tarde.


 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!