Inquérito da PF aponta que empreiteira pagou R$ 1 milhão em propina para Rodrigo Maia

O Jornal Nacional de hoje (08) informou que o atual Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, pediu doações eleitorais no valor de R$ 1 milhão à OAS

De acordo com a reportagem, a quantia foi repassada oficialmente à campanha de César Maia, pai de Rodrigo.

A Polícia Federal concluiu, no âmbito da Operação Lava Jato, que há indícios de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro.

Foram investigadas mensagens nos celulares de Rodrigo Maia e do dono da OAS, Léo Pinheiro.

O inquérito da PF cita que o deputado estaria defendendo interesses exclusivos da empreiteira dentro Congresso, nos anos de 2013 e 2014.

Em troca, ele teria recebido propinas que somam R$ 1 milhão.

A PF concluiu que há ‘fortes indícios de corrupção passiva e lavagem de dinheiro’ por parte do deputado.

Maia nega as acusações e disse que ‘nunca recebeu vantagem indevida para votar qualquer matéria na Câmara’.

 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!