Indígenas receberão indenização de R$ 4 milhões da Gol Linhas Aéreas por queda de avião

indios

Índios da etnia Kayapó receberam uma indenização de R$ 4 milhões da Gol Linhas Aéreas

A indenização (que foi acordada entre ambas as partes)  é referente a queda do Boeing em propriedades indígenas.

publicidade

Em 29 de Setembro de 2006, O Boeing 737, da companhia aérea Gol, colidiu no ar com o Jato Legacy-600, da Embraer e caiu na floresta Amazônica.

154 pessoas, entre passageiros e tripulantes, perderam suas vidas.

A maioria das famílias assinou um acordo com a Gol e recebeu indenizações, que variaram de R$ 100 mil a R$ 1 milhão.

INDENIZAÇÃO INDÍGENA

O acordo foi firmado ‘ extrajudicialmente ‘ em Brasília, no último dia 29 de outubro, e divulgado hoje (8) pelo MPF.

A companhia aérea se comprometeu a pagar a quantia ao Instituto Raoni.

Os indígenas alegaram que o local do acidente se tornou uma casa dos espíritos, onde é proibida a caça, pesca, plantio e construção de aldeias.

A Gol informou que não irá comentar o assunto.

 

publicidade