Homem é preso com um arsenal em Brasília. Segundo a PM, ele queria matar Dilma e explodir o Congresso

PMDF

A PM do Distrito Federal prendeu um homem que estava acampado em frente ao Congresso Nacional e falava em “matar a presidente Dilma Rousseff e jogar uma bomba no Congresso

Na noite de ontem (12/11), a Polícia Militar do Distrito Federal prendeu, no acampamento em frente ao Congresso Nacional, um manifestante pró-impeachment da Presidente Dilma Rousseff portando um verdadeiro arsenal de guerra.

publicidade

Na abordagem, os policiais encontraram uma pistola calibre .380, 12 cápsulas de spray de pimenta, 16 furadores de coco, 1 canivete adaptado em um instrumento conhecido como soco inglês e um porrete de madeira escondidos dentro do veículo do manifestante.

O manifestante pró-impeachment discutiu com simpatizantes do governo e prestou queixa de ameaça. Os simpatizantes informaram um outra versão na qual o cidadão favorável ao impeachment da Presidenta é que teria feito ameaças, inclusive utilizando-se da pistola .380.

A Polícia Militar abordou o veículo do manifestante e encontrou o arsenal. O cidadão foi enquadrado e responderá a processo por porte ilegal de arma.

publicidade