Há suspeitas de que Mantega sabia da Operação da PF e teria tentado se esconder no hospital Albert Einstein

mantegaescondeu

Após ser liberado ontem (22) pelo pelo juiz Sérgio Moro, o ex-ministro Guido Mantega não voltou para o hospital Albert Einstein, onde estaria sua esposa

Mantega, que teve sua prisão temporária revogada, foi correndo para seu apartamento fazer um ‘check-list’ e verificar o que foi levado pela polícia Federal.

publicidade

De acordo com informações dos principais jornais, somente após algumas horas é que ele retornou ao hospital para ficar com a esposa.

Principais líderes do PT se manifestaram nas redes sociais dizendo que Mantega foi retirado (pela PF) de um centro cirúrgico às pressas, onde a esposa passaria por uma cirurgia devido ao câncer.

Lula chegou a dizer que o tratamento dado ao ex-ministro foi desumano.

Horas depois, a apresentadora Marina Mantega (filha do ex-ministro de Lula) afirmou que a madrasta não estava sendo operada no momento da prisão do pai, como foi noticiado.

“Não sabia que a Eli estava no hospital, fiquei sabendo porque liguei lá em casa. O que sei é que ela foi fazer uma endoscopia, não estava operando. Ela tem câncer desde 2011 e estava fazendo um procedimento de rotina”, disse.

A Força-Tarefa suspeita que o ex-ministro foi avisado sobre a operação da PF em seu apartamento e por isso teria corrido para o hospital.

publicidade