General do exército acusa ministro do STF de ‘criar tramóia’ para evitar prisão de Lula

lulatramoia

A decisão do ministro do STF, Teori Zavascki, em determinar o envio de todos os processos que envolvem o ex-presidente Lula para o STF levantou uma enorme polêmica

A decisão de Teori deu um pouco de “fôlego” ao petista e, ao que tudo parece, o STF pode estar tentando inviabilizar uma provável solicitação de prisão preventiva por parte do juiz paranaense.

publicidade

Paulo Chagas [general-de-brigada] reagiu de forma contundente contra a decisão do ministro da mais alta Corte do país:

Teori Zavascki foi grato ao Palácio do Planalto, em detrimento do procurador geral da República, Rodrigo Janot, que não se intimidou com as pressões de Lula”, de acordo com as declarações do general.

A decisão de Teori tem o intuito de apoiar a tramóia da alta cúpula de corrupção do governo petista.

O general fez questão de lembrar que a nomeação do ex-presidente Lula como ministro do governo [para escapar das punições previstas em lei] , segue em suspensão.

Chagas não parou por aí e afirmou que o gesto do STF foi algo premeditado e até mesmo debatido a portas fechadas.

Ele ainda apontou que o próprio governo petista já pudesse saber de antemão, qual seria a decisão do ministro, já que horas anteriores à sua atuação, “o governo encontrava-se tranquilo, ante a possibilidade do ex-presidente Lula sair da alçada de julgamento de Sérgio Moro”, afirmou Chagas.

(fonte Blasting News)

publicidade