Diário do Brasil

Foro Privilegiado: Ministro pede vista de julgamento e joga um balde de água fria no Brasil

Ontem o Diário do Brasil divulgou a notícia de que o plenário do STF poderia restringir o alcance do foro privilegiado para autoridades.

O país ganharia um novo fôlego, a Lava-Jato seguiria a todo vapor e a confiança do povo brasileiro se elevaria a um novo patamar.

Crimes cometidos durante o exercício do mandato (ações penais como as da Lava Jato, por exemplo ) poderiam cair nas mãos de juízes de primeira instância, o que tornaria o processo mais ágil.

O STF retomou o debate em plenário hoje e o ministro Luís Roberto Barroso votou pela restrição do foro […] ou seja, pelo fim da imunidade parlamentar nos crimes cometidos fora do mandato.

Isso acabaria de vez com a ‘malandragem  política’ que comete crimes e se reelege para ficar sob a tutela do ‘manto sagrado’ do foro.

Em seguida, Marco Aurélio, Rosa Weber e a presidente Cármen Lúcia, pediram para adiantar seus votos e acompanharam o relator, pela restrição do foro.

Pois bem, tudo corria na mais perfeita ordem até que surge a vez do ministro Alexandre Moraes se posicionar.

Ele discursou, discursou, discursou e […] pediu vista.

A partir de agora o julgamento não tem data definida para ser retomado e continuaremos a enxugar gelo.

Realmente não há mais esperanças para o povo brasileiro!


 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!