Fogo amigo! Palocci entrega Mantega: “Vendia informações privilegiadas ao mercado financeiro”

O ex-ministro Antonio Palocci disparou fogo contra Guido Mantega

O ex-chefe da Casa Civil de Dilma Rousseff acusou seu sucessor – Guido Mantega – de repassar informações privilegiadas ao mercado financeiro sobre operações de juros e mudanças de câmbio.

Em depoimento ao MPF, Palocci delatou aos procuradores que o esquema aconteceu desde 2003, época em que Mantega era ministro do Planejamento de Lula.

Palocci detalhou que Mantega obteve ‘benesses’ quando desonerou os impostos da indústria automobilística.

Até o presente momento, a defesa do ex-ministro Guido Mantega não se pronunciou sobre as acusações de Palocci.

E não para por aí ….

Os advogados de Antônio Palocci também declararam para Sérgio Moro (em suas alegações finais) que Mantega autorizou pagamentos ilegais (através da Odebrecht) para o casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura – tais pagamentos foram feitos na Suíça.

“Os valores constantes da planilha ‘italiano’ eram destinados ao PT e não ao acusado […] depois que Antonio Palocci deixou o cargo, o dinheiro passou a ser administrado por uma terceira pessoa”, alegou a defesa.

A ‘terceira pessoa’ citada acima é uma referência indireta a Guido Mantega.

Só pra relembrar … Palocci era o ‘italiano’ na planilha da Odebrecht e Mantega era o ‘pós-itália’


 

publicidade