Família de Lula vai à PGR pedir apuração sobre ‘abusos’ de Sérgio Moro

PAREOMUNDO

Lula, sua sua esposa e os quatro filhos entraram ontem (16) com uma representação pedindo que a PGR apure se o juiz federal Sergio Moro cometeu abuso de autoridade contra a ‘família real’

O pedido se baseia  na decisão do ministro Teori Zavascki que anulou trechos da interceptação telefônica de Lula feita pela força-tarefa.

publicidade

A defesa do ex-presidente apontou ‘supostos problemas’ na atuação de Moro.

Teori considerou que houve usurpação de competência por parte de Moro porque os áudios envolviam pessoas que tinham prerrogativa de foro [no caso, a presidente afastada Dilma Rousseff], que só podem ser investigadas com aval do STF.

Teori avaliou que não cabia juízo de valor por parte de Moro sobre a apuração de autoridades com foro.

” Foi precoce e equivocada essa análise do juiz Moro “ despachou Teori.

A equipe jurídica de Lula questiona a condução coercitiva do ex-presidente, privando Lula de sua liberdade pelo período de seis horas.

Os advogados também questionam a realização de busca e apreensão na casa e no escritório do ex-presidente e de seus familiares sem a presença dos requisitos previstos em lei.

E tem mais […] a ‘trupe jurídica de Lula’ diz que houve conduta irregular na prorrogação por mais de 15 dias a interceptação de diversos telefones utilizados pelo ex-presidente e seus familiares, além da divulgação irregular dos áudios.

Assinaram a representação Lula, Marisa, Fábio Luis Lula da Silva, Luis Cláudio Lula da Silva, Sandro Luis Lula da Silva e Marcos Cláudio Lula da Silva.

publicidade