EXCLUSIVO: Família do jurista Tomás Turbando entra na justiça contra José Eduardo Cardoso

EXCLUSIVO1706

PITADA DE HUMOR

Após citação feita pelo advogado José Eduardo Cardoso na comissão do impeachment do senado, a família do ‘jurista’ Tomás Turbando Bustamente vai entrar com uma ação de indenização de danos morais contra Cardozão

(repórter Fujiro Nakombi para o Diário do Brasil)

publicidade

Tomás e sua família ficaram revoltados com a divulgação de seus nomes em questões políticas.

O  irmão do jurista, o economista Tommy Leite, disse que achou um absurdo que o nome de sua família esteja envolvido em questões que envolvam o PT.

Já a sobrinha do jurista, a americana naturalizada brasileira Allan Bida, disse que já contactou seus advogados:

“É um absurdo que envolvam o nome do meu tio, um jurista honesto, em questões políticas desonrosas que ocorrem no país” disse Allan Bida.

A mãe e o pai do jurista, o sr. Kadu Kando e a sra. Diva Gina, acharam um absurdo que a família seja alvo de um ataque pessoal do advogado José Eduardo Cardoso:

“Criamos nossos filhos para não se envolverem na política. É um absurdo” disse o pai Kadu Kando.

O juiz Armando Bagunça, responsável pelo julgamento ação, disse que a família tem grandes chances de vencer a ação impetrada contra Cardozão.

O principal envolvido na ação, o jurista Tomás Turbando Bustamente não quis se declarar sobre o fato: “Confio na justiça. O juiz Armando Bagunça é um bom homem e fará com que a justiça prevaleça”

publicidade