Ex-funcionário do governo dos EUA: “Trump deve estar brincando. Não há acordo com comunistas assassinos”

(Daily Express)

O presidente americano, Donald Trump, manifestou que tem interesse em se encontrar com o líder norte-coreano, Kim Jong-un.

“Se for apropriado, eu ficaria honrado em encontrá-lo […] diante das circunstâncias adequadas”, afirmou Trump em entrevista à Bloomberg.

Trump repetiu a frase:

“Repito, eu faria diante das circunstâncias adequadas”

O presidente norte-americano ressaltou que poucos líderes do ocidente teriam a coragem de realizar um encontro como esse.

Peter Smith, um ex-funcionário do departamento de defesa dos EUA, declarou que Trump só pode estar brincando:

“Respeito a opinião de nosso chefe maior, mas quando se trata de comunistas assassinos não há negociação. Esse lunático matou o irmão e o tio. Pessoas como Kim Jon-un não podem governar uma nação”


 

publicidade