Empresário diz À PF que obras no sítio de Atibaia eram para abrigar o acervo de Lula. Acervo de Lula?

sitioreformado

Fernando Bittar, suposto ‘laranja’ usado por Lula no sítio de Atibaia, afirmou à PF que as obras de ampliação do imóvel eram para ‘abrigar o acervo presidencial’

“Parte das obras no sítio foram feitas para manter e resguardar o acervo presidencial do presidente Luiz Inácio”, diz um trecho do depoimento anexado aos autos.

Uma bela piscina, uma linda cozinha reformada, churrasqueira, sauna, área de lazer! Tudo isso para abrigar o ‘acervo presidencial’ ???

Esse tal de ‘acervo’ gosta de um luxo, hein?

A Lava-Jato diz que o sítio pertence à família de Lula e está em nome de laranjas.  Bittar e Suassuna (os supostos laranjas) são sócios e amigos pessoais de Fábio Luis Lula da Silva, filho do petista.

A PF presume que as empreiteiras OAS e Odebrecht fizeram obras no sítio como agradecimento a Lula pela influência em contratos com a Petrobras.

Bittar disse também que, em uma reunião com seu pai e seus irmãos, decidiram adquirir o sítio para que “pudessem receber os amigos”.

Ele relatou à PF que não tinha todo o dinheiro na época (cerca de R$ 1,5 milhão) e por isso chamou Jonas Suassuna para ser sócio no empreendimento.

(com informações de Eduardo Gonçalves da Veja)

publicidade