Em 2014, Bolsonaro se recusou a aceitar doação de R$ 300 mil da JBS

Publicação do deputado Jair Bolsonaro feita em 14 de setembro de 2014 nas redes sociais

“O presidente do PP depositou R$300 mil em minha conta de campanha. Ao saber que o doador originário era JBS-FRIBOI, devolvi a importância pois preferia fazer campanha com meus parcos recursos.”

Na época, o valor (que seria transferido para Bolsonaro) era originário da empresa JBS-FRIBOI, que tinha relações estreitas com o governo corrupto PT/PMDB.

A empresa foi beneficiária de milhões de reais através de empréstimos do BNDES.

publicidade


error: Conteúdo protegido !!